O que há de Errado? (Parte 2)

Num artigo recente, eu comecei a contar a história que aconteceu com meu amigo Pedro quando estivemos juntos num hotel de luxo aqui no Rio. Resumindo a história, estava tudo bem até que ma ruiva maravilhosa apareceu e o Pedrão sentiu uma monstruosa ansiedade.

Como eu tinha dito antes, entendo muito bem essa sensação, esse medo de falhar que bate quando uma garota de valor aparece na sua frente. Isso acontece porque quando o valor entra em jogo, achamos que só temos uma chance.

E em muitas outras atividades existe essa pressão. Pergunte a qualquer bailarina que tem uma apresentação importante nos próximos dias ou a qualquer atleta durante a fase final de um campeonato. É difícil lidar com a pressão de ter só uma oportunidade, e perder uma coisa grande se falharmos.

Por outro lado, assim como na dança e nos esportes, os melhores que conheço na sociabilidade são aqueles com muita presença, capazes de filtrar toda a autocrítica, todas as distrações e focar 100% no que estão fazendo. Nenhum conflito interno, nenhuma interferência, nem mesmo um objetivo para tirar do foco. Só a tarefa atual, o prazer pelo ato, a total concentração no processo.

Eu estava preparado para fazer com o Pedro o que faço com meus alunos nos treinamentos ao vivo, usar as qualidades naturais dele para decidir o resultado. Percebendo a tensão evidente no cara, mandei ele relaxar:

-Cara, olha só, é como dançar, brother! O que você sentiu quando começou sua primeira apresentação em público?
“Ah, eu fiquei nervoso pra caramba, mas depois passou.”
-Porque passou, Pedrão? Me explica o que aconteceu.
“Eu só dancei, cara. Dançar é a minha vida, né?”
-Então, exatamente, você não ficou completamente no momento e esqueceu tudo em volta de você? Não focou só na dança?
“Isso!”
-Então agora você sabe exatamente o que fazer! 😉

É como num filme que eu adoro recomendar, Poder Além da Vida, em que o ginasta aprende a emudecer o mundo, e na hora da competição só existe ele e o aparelho.

Tudo fica em câmera lenta. Tudo que não é importante some. É você e o que você está fazendo, e um fundo preto em volta. É assim que eu consigo (quando consigo, não vou dizer também que é sempre, mas estou feliz com minha capacidade nisso) manter minha concentração quando estou conversando com uma garota ou gravando um vídeo pro canal, é assim que os maiores atletas e artistas impressionam o mundo, é assim que grandes médicos salvam vidas em casos dificílimos e é assim que você deve pensar quando abordar uma mulher.

Sorrindo. Olhando nos olhos. Estando presente.

Ela sabe quando você está mais preocupado com as notificações no seu celular ou com o decote dela. E ela também sabe quando você está agindo com decisão, presença e atitude.

O Pedro foi falar com ela. Os dois pelo menos na minha frente não ficaram, mas se divertiram e, quanta ironia, dançaram muito.

Enquanto isso eu conheci uma loira estonteante, que quer começar uma nova carreira como modelo. E parece que eu vou fotografá-la em breve, mas isso é assunto pra um outro post.

Por hora, quero deixar essas dicas pra você:

-Quer Receber os artigos e vídeos antes de todo mundo, além de conteúdos exclusivos? Se inscreve na minha Lista VIP!

Valorizamos sua privacidade e não mandamos spam

-Se você não tiver nada além de Presença, Autoconfiança e vontade de CRIAR valor pras outras pessoas, só isso vai te render resultados muito melhores com as mulheres, com seu trabalho, com a vida…. (vou falar mais sobre criar valor em breve)

-Eu estou prestando consultorias de novo! Atendendo a pedidos e ameaças (rs….) estou fazendo consultoria via skype ou presencial (no Rio de Janeiro). Você pode saber mais em http://titanwings.com/johnny

-O filme Poder Além da Vida é um dos melhores que eu já vi e mostra bem como funciona “esse negócio de presença”. Sério, assista esse filme.

A foto que ilustra este artigo é de Vladimir Pustovit e é usada sob licença Creative Commons.

About The Author

João Victor Pinheiro

Sócio Fundador e C.E.O. da Titan Wings, João Victor é um grande entusiasta da Simpleologia e do Mentoring como formas de transformar objetivos em realidade e um Expert na Sociabilidade.

Leave A Response

* Denotes Required Field